Carta de amor ao inimigo resulta de situações coletivas envolvendo bailarinos, dispositivos coreográficos e vetores que movem o corpo. Ser outro, e ser muitos, para escapar do afastamento que desvenda encontros e aceita falências. Aqui, adaptar-se é uma potência de beleza, uma deliberação remota do crédito ao inesperado.
Uma das companhias de dança mais importantes do Brasil, Cena 11 é dirigida por Alejandro Ahmed e tem sede em Florianópolis (SC). Sua produção recente inclui espetáculos de diversos formatos, como Pequenas frestas de ficção sobre realidade insistente (2007), Embodied voodoo game (2010) e a peça-retrospectiva Guia de ideias correlatas (2011), todos já apresentados no Festival Panorama.

Direção artística e coreografia: Alejandro Ahmed Elenco e coreografia: Adilso Machado, Aline Blasius, Anderson do Carmo, Cláudia Shimura, Jussara Belchior, Karin Serafin, Marcos Klann e Mariana Romagnani Assistência de criação: Mariana Romagnani Assistente de ensaio: Malu Rabelo Iluminação e ambiência sonora: Hedra Rockenbach Figurino: Felipe Caprestano e Karin Serafin Vídeo e projeção: Alejandro Ahmed Fotografia: Cristiano Prim Imagens: Cristiano Prim e Mariana Romagnani Coordenação de montagem e operação de som e luz: Hedra Rockenbach Interlocução teórico-prática para o projeto SIM (2010): Fabiana Dultra Britto Cabelos: Robson Vieira Sede e preparação técnica: Jurerê Sports Center Patrocínio: Petrobras