(XS), (S) e (M)imosa são três dos cinco modelos da série Twenty looks or Paris is burning at the Judson Church, cuja pergunta é: o que teria acontecido se alguém do meio voguing tivesse ido à Judson Church, no Greenwich Village, naquele ano de 1963, para dançar com os pioneiros da dança pós-moderna?

(S) é um solo-manifesto sobre os códigos de movimentos que formulam o mundo pop. Revela um olhar crítico sobre a estética da dança pós-moderna desde os tempos da Judson Church, incorporando a cena voguing e discutindo conceitos de autenticidade e naturalidade.

 Trajal Harrell é bailarino e coreógrafo original da Georgia, mas sua trajetória é inseparável de Nova York. Foi artista residente na The White Oak Residency and Dance Center, no Snug Harbor Cultural Center, Movement Research, Bennington College, CDC Toulouse, ICA Boston, PACT Zollverein e Workspace Brussels.

Coreografia e dança: Trajal Harrell Dramaturgia: Gérard Mayen Assistente de dramaturgia: Moriah Evans Design de som: Trajal Harrell Trilha Sonora:  For Alan Turning, por Robin Meier, e Again free, por Imani Uzuri, dentre outras Figurino: Michael Ventolo e Trajal Harrell Cenografia: Trajal Harrell Arte visual: Franklin Evans Coprodução: Workspace Brussels/Working Title Festival, Danspace Project, The New Museum e Crossing the Line Festival 2009 Patrocínio: Danspace Project Commissioning Initiative Apoio: Jerome Foundation, The Map Fund/Rockefeller Foundation, The Alfred Meyer Foundation e New York City Department of Cultural Affairs Apoio de residência: Workspace Brussels e Tanzhaus Düsseldorf