Panorama Festival 2017 | Panorama volta em janeiro discutindo arte e tecnologia

Panorama volta em janeiro discutindo arte e tecnologia

Pela primeira vez em janeiro, o Panorama traz uma programação inusitada provocando discussões sobre o uso das novas tecnologias na arte contemporânea. Em dois dias voltados para o tema, o festival apresenta um filme 3D inédito e um dia inteiro dedicado a palestras com importantes profissionais da área.

Uma experiência coreográfica tridimensional audiovisual. Em WOMB, três personagens emergem de um útero e descobrem o volume do mundo. Analogia abstrata do desenrolar da vida, seus corpos se movem da plenitude ao vazio.

Dirigido por Gilles Jobin, WOMB combina imagens estereoscópicas, dança, arte visual e música. O filme é um rastreamento existencial, uma analogia abstrata da jornada da vida que se baseia na profundidade do espaço e no volume de corpos a fim de desencadear uma resposta contemplativa e emocional.

A dupla sessão acontece dia 19 de janeiro, às 21h, no Kinoplex São Luiz.

Fechando a programação do último módulo da edição 25 + 1, o Museu de Arte do Rio recebe no dia 20 o Seminário Panorama.Tec – Corpos e Interfaces. De 10h às 17h, profissionais e estudiosos das relações do corpo e tecnologia falam sobre Corpos programados, softwares e outras interfaces coreográficas e Robôs, artistas e hibridismos.

Mantendo a tradição de democratizar a arte, todas as atrações têm entrada franca.

Não deixe de acompanhar todas as novidades da programação em nosso site e redes sociais!

 

SERVIÇO:

WOMB _ Um filme 3D de Gilles Jobin
19 de janeiro
21h
2 sessões
Kinoplex São Luiz
Duração: 32 minutos
Livre
Entrada franca

Seminário Panorama.Tec – Corpos e Interfaces
20 de janeiro
Museu de Arte do Rio – MAR (Auditório)
10h às 17h
Livre
Entrada Franca

 

Foto: Still do filme 3D WOMB, de Gilles Jobin

No Comments

Post A Comment